Seu browser não suporta JavaScript!

Página Principal » Menu Acadêmico » Como ingressar no IFPR?

Como ingressar no IFPR?

Ensino Técnico

Para a seleção de estudantes dos cursos técnicos, o IFPR utiliza Processo Seletivo próprio. Para participar do Processo Seletivo, o candidato deverá seguir as normas do Edital, publicado início do segundo semestre de cada ano. O Campus Assis Chateaubriand oferta cursos técnicos presenciais nas modalidades Integrado e Subsequente.

 

Cursos Técnicos Integrados

Forma de oferta destinada a concluintes do Ensino Fundamental. Os cursos possibilitam que o estudante conclua o Ensino Médio juntamente com uma habilitação profissional técnica de nível médio, a partir de uma única matrícula na Instituição. O Campus Assis Chateaubriand oferece cursos técnicos integrados ao Ensino Médio no período matutino, com quarenta vagas por turma e duração de quatro anos.

 

Cursos Técnicos Subsequentes

Forma de oferta destinada a quem já tenha concluído o Ensino Médio. Com a conclusão do curso, o estudante receberá diploma de profissionalização em nível técnico. O Campus Assis Chateaubriand oferece cursos técnicos presenciais na modalidade Subsequente ao Ensino Médio no período noturno, com quarenta vagas por turma e duração de dezoito ou vinte e quatro meses.

 

Cursos Técnicos oferecidos pelo Campus Assis Chateaubriand:

 

 

Educação Superior

Para a seleção de estudantes dos cursos superiores, o IFPR utiliza o Sistema de Seleção Unificada (SiSU) e Processo Seletivo próprio. Para concorrer as vagas destinadas aos candidatos do SiSU, o candidato deverá fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e se inscrever pelo site do Ministério da Educação (MEC). Para concorrer as vagas do Processo Seletivo do IFPR é necessário seguir as orientações do Edital, publicado início do segundo semestre de cada ano. O Campus Assis Chateaubriand oferta cursos superiores presencias de Licenciatura e de Tecnologia.

 

Cursos Superiores de Tecnologia

Curso superior de formação especializada em áreas científicas e tecnológicas, que conferem ao diplomado competências para atuar em áreas profissionais específicas, caracterizadas por eixos tecnológicos, com o grau de tecnólogo. Por serem cursos de nível superior, os tecnólogos podem dar continuidade aos estudos, cursando pós-graduação Stricto Sensu (Mestrado e Doutorado) e Lato Sensu (Especialização). O Campus Assis Chateaubriand oferece curso de tecnologia presencial no período noturno, com quarenta vagas por turma e duração de três anos.

 

Licenciatura

Curso superior que habilita o profissional a atuar como professor na Educação Básica, no Ensino Fundamental e Médio, com o grau de licenciado. Os cursos são planejados de forma a tornar os profissionais capazes de identificar o conhecimento presente em sua educação e saber planejá-lo e aplicá-lo com visão social, buscando a dignidade do educando como ser humano produtor de cultura e história. Por serem cursos de nível superior, os licenciados podem dar continuidade aos estudos, cursando pós-graduação Stricto Sensu (Mestrado e Doutorado) e Lato Sensu (Especialização). O Campus Assis Chateaubriand oferece curso de licenciatura presencial no período noturno, com quarenta vagas por turma e duração de quatro anos.

 

Cursos Superiores oferecidos pelo Campus Assis Chateaubriand:

 

 

 Processo Seletivo

Os Editais de Abertura do Processo Seletivo contendo todas as informações, como: prazo de inscrição, número de vagas e cursos ofertados, cronograma isenção de inscrição, data de realização das provas, divulgação de resultados e outras datas relevantes para concorrer à maioria dos cursos disponíveis e para todas as unidades do Instituto Federal do Paraná são publicados no início do segundo semestre de cada ano.

 

As provas são realizadas nos meses finais do ano, em data estabelecida nos editais. A previsão de datas para o Processo Seletivo consta no Calendário Acadêmico anual.

Para verificar outras edições, acesse o site do Núcleo de Apoio aos Processos de Seleção. O NAPS é um órgão ligado ao Gabinete da Reitoria do IFPR, responsável pelo atendimento das demandas das demais unidades do IFPR no que diz respeito à logística para realização de processos de seleção para os cursos técnicos e superiores e de concursos públicos para ingressos de novos servidores na instituição. Cabe ao NAPS o desenvolvimento das atividades de planejamento, organização e execução da logística dos diferentes processos de seleção.

 

Transferências para o IFPR

 

Para Cursos Técnicos:

De acordo com a Resolução IFPR Nº54/2011, a transferência pode ser interna, quando se trata de transferência de estudante regularmente matriculado em curso do IFPR para outro curso do mesmo campus ou para outro campus do IFPR; ou externa, disponibilizada para estudantes de outras instituições de educação profissional da Rede Federal. Em ambos os casos, somente são aceitas transferências a partir do segundo período letivo do curso, mediante a existência de vaga e por meio de critérios divulgados em edital próprio.

 

Para transferência, cada campus, por meio de sua Direção de Ensino, Pesquisa e Extensão, divulgará semestralmente, atendendo a prazo estabelecido em calendário acadêmico, Edital com a relação dos cursos e com critérios de seleção. A prioridade é para estudantes do IFPR em relação aos estudantes externos.

Mais informações estão disponíveis nos artigos 37, 38 e 39, da Resolução IFPR Nº 54/2011.

 

Para Cursos Superiores:

De acordo com a Resolução IFPR Nº 55/2011, a transferência pode ser interna, quando se trata de transferência de estudante regularmente matriculado em curso do IFPR para outro curso do mesmo campus ou para outro campus do IFPR; ou externa, disponibilizada para estudantes de outras instituições de educação superior da Rede Pública. Em ambos os casos, somente são aceitas transferências a partir do segundo período letivo do curso, mediante a existência de vaga e por meio de critérios divulgados em edital próprio.

Há também a transferência ex officio, em que o estudante se transfere de uma instituição para outra por motivo de mudança de domicílio, quando se tratar de servidor público federal civil ou militar estudante, ou seu dependente.

 

Para transferência, cada campus, por meio de sua Direção de Ensino, Pesquisa e Extensão, divulgará semestralmente, atendendo a prazo estabelecido em calendário acadêmico, Edital com a relação dos cursos, vagas e com critérios de seleção. A prioridade é para estudantes do IFPR em relação aos estudantes externos.

Mais informações estão disponíveis nos artigos 54, 55, 56 e 57, da Resolução IFPR Nº55/2011.
Cotas

Desde o primeiro Processo Seletivo, realizado em 2009, o Instituto Federal do Paraná tem uma política de inclusão, semelhante à aprovada em 2012 na Lei de Cotas (Lei Federal nº 12.711/2012), dispõe sobre o ingresso nas universidades federais e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio.

 

A Lei nº 12.711/2012 estabelece que no mínimo 50% das vagas das instituições federais de educação superior deverão ser destinadas para estudantes que tenham cursado integralmente o ensino médio na rede pública; e no mínimo 50% das vagas do ensino médio, técnico federal, deverão ser destinados a estudantes que cursaram integralmente o ensino fundamental na rede pública.

 

Após um ano da Lei Federal nº 12.711/2012, 83% dos institutos federais do país já haviam atingido essa meta.

 

Conheça a legislação que trata das cotas:

Lei de Cotas Nº 12.711/2012 – Lei de Cotas

Decreto Nº 7.824/2012 – Regulamentação da Lei de Cotas Nº 12.711/2012

Portaria Nº 18/2012/MEC – Dispõe sobre a implementação das reservas de vagas – Lei de Cotas Nº 12.711/2012

 

 Isenção de inscrição

Atendendo a LEI Nº 12.799, de 10 de abril de 2013, que dispõe sobre a isenção de pagamento de taxa de inscrição em processos seletivos de ingresso nos cursos das instituições federais de educação superior, o IFPR concede isenção do pagamento da taxa de inscrição. Os casos são previstos nos editais dos processos seletivos anuais.

 

Acessibilidade

Visando a inserção e o atendimento aos alunos com necessidades educacionais especiais nos cursos de nível básico, técnico e tecnológico, o IFPR possui o Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Educacionais Específicas (NAPNE). O núcleo é responsável pela preparação da instituição para receber pessoas com deficiência nos cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC), Cursos Técnicos e Tecnológicos (Lato Sensu e Stricto Sensu). O objetivo é de fomentar a implantação e consolidação de políticas inclusivas no Instituto por meio da garantia do acesso, permanência e êxito do estudante com necessidades educacionais específicas

 

Atualmente, o NAPNE é vinculado à Pró-Reitoria de Ensino (Proens) e tem por finalidade desenvolver políticas de apoio estudantil através de ações que promovam a melhoria do desempenho acadêmico.

 

« « 2016   V Semana de Cursos – Integrado em Informática » »